domingo, 18 de outubro de 2015

Nova Ordem Mundial, blocos econômicos e sistemas agrícolas- Cruzadinha


1) Defende a pouca intervenção do governo no mercado, defende ainda uma política de privatizações de empresas estatais, a livre circulação de capitais internacionais e ênfase na globalização, a abertura da economia para a entrada de transnacionais, a adoção de medidas contra o protecionismo econômico, a diminuição dos impostos e tributos excessivos etc. Esta teoria econômica propunha a utilização de a implementação de políticas de oferta para aumentar a produtividade. Também indicavam uma forma essencial para melhorar a economia local e global era reduzir os preços e os salários;
2- Ordem vigente após a fragmentação da União Soviética, apresentando caráter mais econômico que geopolítico, onde diversos centros de influência coexistem no mundo;
3- Classificação de países proposta para a Nova Ordem Mundial;
4- Linha referencial que divide, ou classifica os países na Nova Ordem Mundial a partir do critério socioeconômico;
5- Processo manifestado pelo aprofundamento internacional da integração econômica, social, cultural, política, impulsionado pelo barateamento dos meios de transporte e comunicação dos países no final do século XX;
6- Divisão do mundo em três grandes áreas sob hegemonia econômica e política, destacando os Estados Unidos, Japão e a União Europeia, especialmente a Alemanha.
7- Empresas que importam peças e componentes de suas matrizes (sedes) estrangeiras para que os produtos (como carros, computadores, aparelhos de som) sejam manufaturados (montados) - em geral, por trabalhadores que ganham um salário inferior ao daqueles que trabalham nas matrizes - para depois exportar o produto final para o país de origem da empresa ou para outros países em que o produto seja competitivo;
8- Consiste na associação de países que estabelecem relações econômicas privilegiadas entre si e que concordam em abrir mão de parte da soberania nacional em proveito da associação;
9- Fase ou etapa de consolidação de um bloco econômico que pressupõe a existência de um mercado comum em pleno funcionamento. Consiste também na coordenação das políticas econômicas dos países membros e na criação de um único banco central para emitir a moeda que será utilizada por todos mebros;
10- Agência da ONU que atua na fiscalização e regulamentação do comércio mundial. Com sede em Genebra (Suíça) foi fundada em 1994, durante a Conferência de Marrakech;
11- Maior bloco econômico do mundo, conhecido pela livre circulação de bens, pessoas e mercadorias e pela adoção de uma moeda única: o euro. A origem data, oficialmente, o dia 07 de Fevereiro de 1992, mas sua criação esteve intimamente ligada a processos anteriores de criação de um grande bloco econômico europeu;
12- Bloco econômico formado pelos Estados Unidos, México e Canadá (todos os países da América do Norte) em 1992, tem como objetivo facilitar as transações econômicas entre esses países, assim como, abolir as taxações sobre a circulação de mercadorias e produtos;
13- Tipos de produtos produzidos em Países do Norte remetidos para os Países do Sul;
14- Diferencial produtivo desenvolvido nos dos Países do Norte, ou Centrais, que garante a hegemonia econômica e industrial sobre os Países do Sul, Periféricos;
15- Bloco econômico que visa a fortalecer as relações comerciais, culturais, políticas e sociais entre as doze nações da América do Sul - Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela -, além da participação, como observadores, de dois países da América Latina: México e Panamá;
16- Bloco econômico criado pelo Tratado de Assunção, em 1991, conta atualmente com Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e, mais recentemente, com a Venezuela como países-membros;
17) Com base nas palavras chave do quadro abaixo produza um parágrafo coerente e coeso referente à Nova Ordem Mundial de uma nação .
Gabarito - 
 17)  A partir do Equador Geoeconômico e dos diferentes níveis de desenvolvimento identificamos dois grupos de países: Países do Norte (desenvolvidos, centro) e dos Países do Sul (subdesenvolvidos, periferia); além de percebermos três grandes áreas de influência mundial, configurando a Multipolaridade, ou Tríade de países hegemônicos, composta pelos Estados Unidos, Alemanha (dentro da União Europeia), e o Japão.
A Nova Ordem Mundial caracteriza-se também pela Globalização da economia, informação e cultura. A Globalização possibilita a transnacionalização da economia, com preferencial instalação de indústrias, empresas em Países do Sul. Apoiada no Neoliberalismo a transnacionalização da economia interfere diretamente na economia dessas nações perpetuando a dependência tecnológica e financeira.
                                                                                                             Professora Celi Marques

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário